Início AMAZONAS SEINFRA: COMUNIDADES DE MANACAPURU SÃO CONTEMPLADAS COM RECUPERAÇÃO DE RAMAIS
SEINFRA: COMUNIDADES DE MANACAPURU SÃO CONTEMPLADAS COM RECUPERAÇÃO DE RAMAIS

SEINFRA: COMUNIDADES DE MANACAPURU SÃO CONTEMPLADAS COM RECUPERAÇÃO DE RAMAIS

20
0

Nesta segunda-feira, 19 de junho, o governador David Almeida deu a ordem de serviço para a recuperação do ramal da comunidade do Arapapá, em Manacapuru, obra que será realizada através da Secretaria de Estado de Infraestrutura do Estado do Amazonas (Seinfra), que vai beneficiar mais de 700 famílias da comunidade e adjacências. A ação faz parte do pacote de obras de infraestrutura anunciado por David Almeida e que está contemplando vários municípios do interior do Estado. De acordo com o governador, as obras serão intensificadas com a chegada do verão.
Além do recapeamento do ramal do Arapapá, com extensão de 7,5 km e investimento de R$ 5,5 milhões, o Governo vai recuperar o ramal da comunidade Bela Vista e outras quatro estradas em Manacapuru. Com extensão de 8 km, o ramal Bela Vista terá serviços de tapa-buracos e pavimentação em determinados trechos mais prejudicados.
“Nós estamos dando celeridade. Aqui em Manacapuru são mais cinco ramais e tem também a recuperação do sistema viário no valor de R$ 21 milhões. É isso que nós queremos: poder ajudar a população, mesmo tendo pouco tempo de trabalho”, afirmou o governador, que também anunciou a instalação, em breve, de um tomógrafo no hospital de Manacapuru e reforçou que vai concluir a duplicação da rodovia AM-070, até o quilômetro 35 e recuperar a estrada de Novo Airão.
“O Governo vai beneficiar essas famílias, através do asfaltamento que vai melhorar a qualidade de vida, as condições de trabalho e o escoamento da produção. Os produtos oriundos daqui serão consumidos na cidade de Manaus e de Manacapuru. Trazer o asfalto para eles, sem dúvida alguma é uma redenção”, destacou.
As comunidades, que juntas concentram cerca de 4 mil moradores, têm na produção rural a principal atividade econômica. Segundo o produtor rural Altair Souza, a produção de maracujá é o carro chefe das comunidades que também produzem pepino, banana, pimenta de cheiro, jerimum e abobrinha. “Só no ano passado produzimos três milhões de quilos de maracujá e este produto é oriundo da agricultura familiar na comunidade Arapapá. O maracujá é a base da nossa economia e da nossa produção”, destacou Altair.
O recapeamento do ramal, segundo o produtor, é uma demanda antiga dos moradores. A estrada, localizada em uma área atingida pela cheia, costuma ficar alagada impedindo o escoamento da produção. Com as obras de recapeamento e elevação do nível da pista a cheia não deve afetar mais a logística de escoamento da produção.
“Isso aqui é um sonho que tá sendo realizado. A gente sofreu muito com a perda do ramal por causa da enchente e com as dificuldades que tivemos para escoar. Isso aqui pra nós representa outra expectativa, enche nossa esperança e é a certeza de que este ano vamos produzir, porque vamos ter a oportunidade de escoar nossa produção e isso vai representar lucro e qualidade de vida às nossas famílias”, comemorou.
O produtor rural Jones Teixeira, que cultiva macaxeira, banana e maracujá, também já começa a fazer planos para ampliar a produção após o recapeamento do ramal. Segundo ele, essa será a chance de vender o produto direto na cidade melhorando a renda. Isso porque com o ramal no barro o produtor não consegue escoar a produção é era obrigado a vender o produto a um preço mais baixo. “O comprador vem na minha porta e compra muito mais barato. Agora com o asfalto vou poder levar o produto e vender direto ao consumidor”, disse.
Em todo o Estado
Outros municípios estão sendo contemplados com serviços semelhantes. Rio Preto da Eva, Guajará, Ipixuna, Bejamim Constant, Tefé, Borba, Autazes, Carauari, Parintins, Itacoatiara, Tabatinga, Eirunepé, Novo Airão, Itapiranga e Silves são alguns dos municípios em que as obras do sistema viário e de estradas estão sendo priorizadas.

(20)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *