Início BRASIL Em Charlotte, Jacaré encara Brunson: “Acredito que posso ser campeão ainda”
Em Charlotte, Jacaré encara Brunson: “Acredito que posso ser campeão ainda”

Em Charlotte, Jacaré encara Brunson: “Acredito que posso ser campeão ainda”

7
0

Ronaldo Jacaré fez sua última luta em abril do ano passado. Depois disso, passou por uma cirurgia após romper totalmente o tendão do músculo peitoral maior. Neste sábado, na cidade de Charlotte, no estado americano da Carolina do Norte, o peso-médio (até 84kg) brasileiro estará de volta ao octógono.

Vindo de derrota para o agora campeão Robert Whittaker, ele encara Derek Brunson – a quem já nocauteou em 41s em 2012, pelo Strikeforce – venceu continuando a sonhar com uma chance pelo título, oportunidade que nunca teve até aqui na organização.

– Meu foco é na vitória e andar para frente. Se andar para frente, estou indo em busca do meu objetivo. Vou lutar porque acredito que posso ser campeão ainda. Meu foco é no Brunson, que vem de ótimas vitórias. Estou ligado nele e quero fazer uma estratégia boa. Vim para vencer e lutar todos os rounds necessários – afirmou o lutador – terceiro colocado no ranking da divisão – em participação no Revista Combate.

Hoje morando em Orlando, na Flórida, Jacaré também não procurou desculpas para a derrota diante de Whittaker. Aos 38 anos, o lutador viu o último rival melhor na estratégia e prefere agora mirar o futuro apenas.

– Ele venceu porque foi melhor. Não costumo inventar desculpa. Você vai lutar e todo mundo corre risco de não estar bem. Ele veio com estratégia melhor, estava no dia dele. Eu estava confiante, achei que ia vencê-lo e infelizmente não aconteceu. Agora meu foco é 100% na vitória, andar para frente em direção ao objetivo que é o cinturão – completou o lutador nascido no Espírito Santo e criado no Amazonas, dono de um cartel com 24 vitórias e cinco derrotas.

Do outro lado, Derek Brunson terá seu terceiro rival brasileiro nas últimas quatro lutas. O americano de 34 anos vem de vitória contra Lyoto Machida, no UFC São Paulo, em outubro do ano passado. Hoje em oitavo lugar no ranking, ele espera que uma vitória o coloque à beira da chance de disputar o cinturão.

– Com uma vitória sobre o cara que é o número 3, posso esperar (pela chance do título). Não estou mal financeiramente, então posso aguardar pela chance do título. Pelas lutas que fiz, não acho muito difícil comercializar um cara que tem nocauteado (seus rivais) no primeiro round – afirmou, em entrevista ao “MMA Junkie”.

UFC Charlotte tem mais três brasileiros

O evento deste sábado ainda conta com outros três brasileiros em ação, todos no card preliminar do UFC Charlotte. Na terceira luta da noite, o invicto peso-leve Netto BJJ enfrenta o americano Vinc Pichel. Duas lutas depois, a peso-palha Ju Thai enfrenta a canadense Randa Markos. Depois, no peso-pena, Godofredo Pepey encara o bósnio Mirsad Bektic.

Combate transmite o UFC Charlotte ao vivo e com exclusividade no próximo sábado a partir de 18h50 (horário de Brasília). As duas primeiras lutas do card preliminar passam ao vivo também no SporTV 2 e no Combate.com, que acompanha o torneio em Tempo Real. Confira o card completo:

UFC Fight Night
27 de janeiro de 2018, em Charlotte (EUA)
CARD PRINCIPAL (23h, no horário de Brasília):
Peso-médio: Ronaldo Jacaré x Derek Brunson
Peso-pena: Dennis Bermudez x Andre Fili
Peso-leve: Jordan Rinaldi x Gregor Gillespie
Peso-meio-médio: Drew Dober x Frank Camacho
CARD PRELIMINAR (19h, no horário de Brasília):
Peso-leve: Eric Koch x Bobby Green
Peso-pena: Mirsad Bektic x Godofredo Pepey
Peso-mosca: Katlyn Chookagian x Mara Romero Borella
Peso-palha: Randa Markos x Juliana Lima
Peso-palha: Justine Kish x Ji Yeon Kim
Peso-leve: Vinc Pichel x Netto BJJ
Peso-meio-médio: Niko Price x George Sullivan
Peso-pena: Austin Arnett x Cory Sandhagen

(7)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

}