Piloto que morreu em acidente aéreo postou mensagem nas redes sociais antes de decolar

“Daqui a pouco mais passando em nv Olinda (Nova Olinda do Norte) um sobre vou (sobrevoo) encima da minha casa é lá vamos nós”, disse Robson Castilho.

Os nomes das cinco vítimas do acidente aéreo que ocorreu na manhã desta quinta-feira (22), em Manaus, foram confirmados pela Prefeitura de Manaus. As três vítimas fatais são o piloto Robson Castilho, o piloto José Hernandes de Lima Rogério e o empresário Osmir dos Santos. Os dois sobreviventes são Waldir Aldenir Cestrans e um homem identificado apenas como Flávio.

Uma das vítimas fatais, o piloto Robson Castilho, fez uma postagem nas redes sociais momentos antes de decolar. Em uma mensagem no Facebook, Castilho escreveu que o destino final da viagem seria a cidade de Nova Olinda do Norte, município localizado a 135 quilômetros de Manaus, em linha reta.

Na postagem, o piloto Robson Castilho também afirmou que passaria por cima da casa dela durante um sobrevoo. “Daqui a pouco mais passando em nv Olinda (Nova Olinda do Norte) um sobre vou (sobrevoo) encima da minha casa é lá vamos nós”, disse Robson. A mensagem, postada há cerca 4 horas, por volta das 9h de hoje, recebeu diversas reações e mensagens de lamentações de internautas.

 

O piloto José Hernandes de Lima Rogério também gostava de compartilhar nas redes sociais experiências dele no comando das aeronaves. No dia 6 de fevereiro, Hernandes registrou no Facebook a visita dele ao município de São Gabriel da Cachoeira, no interior do Amazonas. Antes, 21 de janeiro, ele foi a Letícia, na Colômbia, e fez uma marcação de presença na cidade.

Segundo o site da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), José Hernandes participou durante dois anos consecutivos, em 2017 e 2018, como piloto da Banca de Exame de Proficiência Técnica, em Manaus.

Acidente aéreo

Um avião de pequeno porte caiu na manhã desta quinta-feira (22), em Manaus, por volta das 9h, em um terreno localizado por trás do depósito das lojas Ramsons, na avenida Torquato Tapajós, Zona Centro-Oeste da cidade.

A aeronave, um monomotor de prefixo PT-VKR, estava em situação regular, segundo a Anac. O avião, de propriedade da empresa Fretave Operadora de Serviços e Turismo, é um Embraer EMB-720, fabricado pela Neiva, subsidiária da Embraer, e está registrada em nome de José Ideilton de Souza.

Sobreviventes

Os dois sobreviventes do acidente aéreo em Manaus foram socorridos e levados ao Hospital e Pronto Socorro Doutor João Lúcio em estado gravíssimo e com ferimentos na cabeça. Uma das vítimas foi encaminhada para uma cirurgia e a outra estava estabilizada na área de politraumas.

Confira a matéria no vídeo abaixo:

Fonte: A Crítica

 

(414)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *