Início AMAZONAS Vinte e duas pessoas são detidas por receptação objetos roubados no Centro de Manaus
Vinte e duas pessoas são detidas por receptação objetos roubados no Centro de Manaus

Vinte e duas pessoas são detidas por receptação objetos roubados no Centro de Manaus

53
0

Na manhã desta quarta-feira (14/3), a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas, por meio da Secretaria Executiva-Adjunta de Operações (Seaop), realizou a operação “Fora de Área”, com o objetivo de apreender celulares sem comprovação de origem (nota fiscal).

A ação policial resultou na apreensão de 335 celulares, 29 Tablets, 11 notebooks, 55 carcaças de celular, e indiciamento de 22 pessoas por receptação de objetos roubados. Durante a ação, a polícia prendeu Antonio Francisco do Nascimento Rosa, 40, que tinha um mandado em aberto por estupro de vulnerável. Alguns dos notebooKs possuem programas que desbloqueiam os celulares.

A ação aconteceu em galerias de vendas localizadas nas avenidas Henrique Martins, Eduardo Ribeiro e na Praça Tenreiro Aranha, no Centro de Manaus, zona sul. Os objetos estavam sendo colocados à venda em diversas lojas daquela localidade.

Os detidos irão responder, em liberdade, inquérito policial pelo crime de receptação, mas se durante a investigação da polícia identificar que os ‘emeis’ dos aparelhos foram violados eles também poderão responder pelo crime de estelionato. Os procedimentos policiais serão realizados no 24º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Desdobramento – O vice-governador e Secretário de Segurança, Bosco Saraiva, disse que a ação é um desdobramento da operação Jejuardes, que na terça-feira (14/3) fiscalizou os terminais de ônibus T1, no Centro de Manaus, e o T2, na Cachoeirinha, ambos na zona sul da cidade.

“Nós seguiremos nessa operação na cidade de Manaus.  Observa-se que o número é enorme de celulares apreendidos e que estavam sendo comercializados no centro. Isso indica que nós estamos no caminho certo. Há outras operações de inteligência neste momento acontecendo e nós vamos com certeza coibir muito o roubo de celulares porque não haverá ponto de comercialização”, ressaltou o vice-governador.

O objetivo é combater o comércio ilegal de mercadorias, que fomenta a venda de produtos roubados na área central. “A venda irregular e o comércio ilegal de produtos alimenta o roubo de celulares. Estaremos atuando no Centro para promover um choque de ordem nesses pontos que foram mapeados pela SSP-AM e órgãos municipais com o foco de combater esse crime”, destacou o  Secretário Executivo Adjunto de Operações da SSP-AM, Major Klinger Paiva.

As operações integradas têm como objetivo combater esse tipo de mercado irregular, visando a diminuição da criminalidade no Centro. Participaram da operação servidores do Corpo de Bombeiros, Manaustrans, Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento (Sempab), além da Polícia Civil e Polícia Militar, através do 24° DIP e 24a CICOM, respectivamente.

FOTOS: Bruno Zanardo / Secom

Assessoria de Comunicação

(53)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

}