PMs encerram greve após governador prometer atender reivindicações

Em encontro na sede da Associação de Cabos e Soldados, na av. Torquato Tapajós, Zona Norte, Amazonino Mendes afirmou ainda que nenhum PM será punido.

Os praças da Polícia Militar do Amazonas encerraram a greve da categoria na tarde desta quinta-feira (15) após o governador Amazonino Mendes prometer atender as demandas da categoria, entre elas a data base e a lei das promoções. Eles estavam paralisados desde a noite de ontem (14).

Em encontro às 15h na sede da Associação de Cabos e Soldados, na avenida Torquato Tapajós, Zona Norte, o governador anunciou pessoalmente que todas as reivindicações dos PMs serão atendidas. Assim, a partir das 19h de hoje os policiais militares devem voltar a trabalhar normalmente.

“O governador garantiu que nenhum policial será punido. Disse que eles estavam se defendendo, não faltando”, afirmou Gerson Feitosa, presidente da Associação de Policiais Militares do Amazonas (Apeam). Segundo ele, a paralisação chegou a envolver cerca de 1500 policiais na capital e no interior do Estado.

Essa foi a primeira vez que um governador compareceu à associação dos PMs para um conversa de acertos. Participaram da reunião Igo Silva, da Associação de Cabos e Soldados, Francisco Pereira da Silva, da Associação dos Subtenentes e Sargentos, e Gerson Feitosa, da Apeam.

 

 

Fonte: A Crítica

(28)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

}