Saiba como se proteger das complicações da gripe na gravidez

Obstetra destaca a importância das gestantes reservarem um momento para a vacinação.

MATERNIDADE

Uma grande desvantagem de passar pela gestação nessa época do ano é que as baixas temperaturas, junto com a queda do sistema imunológico das futuras mamães, além da tendência de aglomeração em locais fechados e a baixa umidade do ar facilitam a transmissão dos agentes infecciosos,que favorecem a transmissão da gripe, doença do aparelho respiratório transmitida pelo vírus Influenza.

E manter a vacinação contra a Influenza em dia durante a gravidez é umas das formas de evitar complicações mais sérias da doença e garantir a saúde da mãe e do bebê. Isso porque ela garante a imunização da gestante e, logo depois, ela transfere os anticorpos para o feto – primeiro pela placenta e depois do nascimento, por meio do aleitamento materno.

“Ela age na prevenção contra o vírus da gripe e também de quadros mais graves, como internações por bronquite, pneumonias e até parto prematuro. Logo, todas as gestantes podem tomar sem medo, já que a sua aplicação é segura em qualquer período da gestação, pois seu vírus é inativo”, explica a obstetra de São Paulo, Dra Maria Elisa Noriler.

De acordo com estudo realizado pela Universidade de Utah, nos Estados Unidos, tomar a vacina durante a gravidez diminui em até 64% a chance dos bebês terem sintomas da gripe e em até 70% os riscos de infecções ao longo dos seis primeiros meses de vida.

Por isso, vale ficar de olho no início da campanha de vacinação na contra gripe na rede pública ou privada para garantir a proteção contra a doença. Além disso, algumas ações podem ajudar na hora de prevenir a doença.

“As futuras mamãe devem evitar aglomerações, quando for possível, manter uma rotina saudável de vida e frequentar as consultas de pré-natal regularmente”, finaliza a obstetra.

 

 

Fonte: Noticias ao Minuto

(32)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

}