Início AMAZONAS Projeto “Ponte de Safena” que busca construir estrada para ligar AM e Pará tem aprovação de municípios
Projeto “Ponte de Safena” que busca construir estrada para ligar AM e Pará tem aprovação de municípios

Projeto “Ponte de Safena” que busca construir estrada para ligar AM e Pará tem aprovação de municípios

142
0

A “Ponte de Safena”, idealizada pelo empresário Jeovam Barbosa e pretende construir estrada de 434 quilômetros, aguarda parecer do Governo do Amazonas.

O projeto denominado “Ponte de Safena”, idealizado pelo empresário Jeovam Barbosa, que pretende construir uma estrada de 434 quilômetros de extensão e três pontes para ligar o Amazonas ao Pará, tem aprovação de todos os municípios por onde passaria a via terrestre, conforme Jeovam, mas aguarda um parecer favorável do Governo do Amazonas.

O idealizador defende que a estrada possibilitará o desenvolvimento da economia da região com a interligação do Amazonas ao restante do País. A proposta já foi tema de reportagem de A CRÍTICA, publicada na edição do dia 28 de novembro do ano passado.

Segundo Jeovam Barbosa, o projeto foi entregue ao Governo do Amazonas na gestão de José Melo. Com a cassação do mandato do ex-governador, ele apresentou novamente o projeto ao governador Amazonino Mendes, que, segundo ele, gostou da proposta. “Está faltando só o governador assinar. Está na mesa dele. A justificativa dos órgãos é que não tem recurso para isso. A Seinfra diz que não tem dinheiro”, disse o empresário.

Conforme o idealizador, há dois bancos internacionais interessados em financiar o projeto. Além deles, segundo Jeovam, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES) liberaria R$ 6 bilhões para investimento na obra, mas tudo depende da aprovação do Governo do Estado. “O projeto está liberado no BNDES, no valor de R$ 6 bilhões. O banco, inclusive, já mandou especialistas aqui no Estado, que aprovaram a viabilidade técnica. O Bird e o BAI (Banco Africano de Investimentos) já deram documentos dizendo que também quero o projeto, eles estão interessados”.

No ano passado, os municípios de Itacoatiara, Urucurituba e Maués, por onde a estrada passariam, assinaram um protocolo de intenção para o Consórcio Rodoviário Intermunicipal, que manifesta a união das prefeituras para a construção da estrada, onde também foram realizadas audiências públicas e onde foi manifestado interesse de todas as prefeituras. “O sonho é interligar nosso estado ao restante do País, haverá mais desenvolvimento na nossa região, nós estaremos conectados ao País por meio dessa estrada”, disse.

 

 

 

Fonte: A Crítica

(142)

Paulo Apurinã Comentarista Político, Perito Criminalístico, Conselheiro das Cidades, Membro do Fórum Mundial Anti Corrupção e Secretário Nacional de Comunicação do Partido Nacional Indígena-PNI.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

}