Gleici fala do pai assassinado: ‘Na frente da esposa e da filha’

Campeã do “BBB18” e amada pelo público, Gleici Damasceno não teve uma vida fácil em Rio Branco (AC).

De família pobre, ela sempre precisou trabalhar para ajudar em casa e teve que lidar com a morte do pai. Em entrevista ao jornal Extra, a acreana contou que depois que o pai se separou da sua mãe, ele “entrou em uma vida totalmente errada de álcool e drogas”.

“Ele foi assassinado dentro de casa, na frente da esposa e da filha por uma adolescente de 16 anos. Era uma pessoa que eu gostaria de ajudar, mas não está mais aqui”, lamentou.

Engajada em causas sociais, Gleici relembrou das vezes que precisou tirar o pouco que tinha de casa para ajudar outras pessoas. Ela afirma que, por enquanto, descarta a vida política. “Acredito que é possível a gente fazer a nossa parte e acreditar que um dia vai conseguir mudar […] Ser candidata é uma responsabilidade muito grande, primeiro eu tenho que me formar”, disse ao jornal.

Sobre Wagner, que conheceu no programa, Gleici contou que os dois estão muito apaixonados e que o namoro já era certo mesmo se ela não vencesse o “BBB”. “Eu e o Wagner ficaríamos juntos mesmo se eu não tivesse ganhado R$ 1,5 milhão”. O casal tem o plano de morar no Rio. Com informações da Folhapress.

(40)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *