Deputado Sidney Leite alerta para situação precária da cadeia e da segurança em Uarini

Celas que lembram galinheiros e total falta de estrutura dos órgãos de combate à criminalidade e violência da população. Este é o panorama do sistema prisional e de segurança pública e no Município de Uarini (a 570 km de Manaus), denunciada nesta quinta-feira, dia 3 de maio, pelo Deputado Estadual Sidney Leite, no plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

O parlamentar visitou Uarini no último final de semana, junto a outros quatro municípios do interior – Tefé, Parintins, Barreirinha e Nhamundá – e afirmou que no município localizado no Rio Solimões, a situação de calamidade na cadeia pública, provocada pela falta de estrutura e condições mínimas, faz com que os detentos e presos no local fiquem na área externa da delegacia.

“A situação é tão absurda que a Polícia Militar dispõe de apenas uma viatura, com oito litros de combustível, para atender qualquer demanda da população”, destacou Sidney.

O deputado acrescentou ainda que encaminhou requerimento à Secretaria Estadual de Segurança Pública, solicitando providências imediatas para o caso. “É a população de um município do interior que tem presos convivendo, praticamente livres nas ruas, e por outro lado, uma polícia sem condições de enfrentar e atender qualquer emergência”, avaliou.

DA SAÚDE

Outra demanda emergencial nos municípios visitados pelo Deputado Sidney Leite de 27 de abril a 2 de maio é a situação dos fornecedores que prestaram serviços à unidades da Secretaria de Estado da Saúde.

“Também entrarei com um requerimento junto à Secretaria Executiva de Saúde do Interior porque esses fornecedores não receberam ainda pelos seus serviços prestados e, atualmente, se encontram em grandes dificuldades financeiras”, explicou.

Ainda de acordo com o deputado, é preciso solucionar definitivamente  o histórico problema de profissionais da saúde e médicos no interior. “Nhamundá, por exemplo, tem apenas um médico, que é clínico geral, que passa uma semana ininterrupta na cidade”, alertou.

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa

(98)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

}