Queda de avião militar dos EUA na Geórgia matou 9 pessoas a bordo, dizem autoridades

Morreram as nove pessoas que estavam a bordo do avião da Guarda Aérea Nacional de Porto Rico que caiu na quarta-feira (2) perto de Savannah, no Estado norte-americano da Geórgia, disseram autoridades nesta quinta-feira (3).

Autoridades disseram que se acredita que o avião, um Hercules WC-130, tinha cerca de 50 anos de uso, mas estava em boas condições mecânicas, e fazia o que deveria ter sido seu último voo. Autoridades também disseram que é cedo demais para especular sobre a causa da queda. O WC-130 é uma aeronave de transporte muito utilizada pelos militares dos Estados Unidos.

O avião caiu por volta das 11h30 (horário local), pouco depois de decolar do Aeroporto Internacional de Savannah/Hilton Head, situado cerca de 280 quilômetros a sudeste da cidade de Atlanta, segundo autoridades.

Todos os nove tripulantes morreram, disse o brigadeiro-general Isabelo Rivera, assistente-geral da Guarda Aérea Nacional de Porto Rico, em um comunicado, acrescentando que seus nomes não serão divulgados até seus familiares terem sido notificados.

Rivera disse que a Guarda Nacional e a Força Aérea dos EUA iniciaram uma investigação e que é cedo demais para falar sobre o que pode ter provocado o acidente.

O avião, que realizava uma missão de treinamento, seguia para o Grupo de Regeneração e Manutenção Aeroespacial em Tucson, no Arizona, e seria praticamente aposentado depois do voo de quarta-feira, disse o major Paul Dahlen, porta-voz da Guarda Nacional de Porto Rico, no Pentágono.

(35)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

}