Bem fisicamente, Guerrero deixa nas mãos de Barbieri a sua volta ao time titular do Flamengo

Após mais uma vez ter o nome gritado na arquibancada do Maracanã, o atacante Guerrero deixou nas mãos do técnico Maurício Barbieri a dor de cabeça de decidir entre ele e Henrique Dourado.

— A decisão passa pelo Maurício. Preciso respeitar o treinador. Tenho que seguir à disposição e treinar forte. Tento me esforçar e estar preparado para no jogo não sentir nenhuma falta de preparo físico — afirmou o peruano, reafirmando que está em plena forma.

Na coletiva de imprensa, Barbieri falou sobre outros jogadores. Destacou que tentou ter Paquetá mais próximo do gol, e reconheceu a boa partida de Éverton Ribeiro. Sobre efetivação, deixou para a diretoria. E não descartou a chance de poupar jogadores contra a Chapecoense, no domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

— Diego vem evoluindo, treinou pela manhã (de ontem), mas só posso responder quando ele volta após o treino. Seria um risco ficar no banco hoje (ontem). Mas será avaliado e tem chance de viajar para Chapecó — revelou o técnico sobre o meia, lesionado há duas semanas.

Sobre o jogo com a Ponte, Barbieri não ficou feliz:

— A equipe não conseguiu fazer o jogo fluir. Vamos buscar outras soluções quando enfrentarmos algo assim.

(16)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

}