Atraso de obra na feira do Mutirão vira pauta de discussão na Aleam

O atraso na conclusão da obra na ponte da feira do Mutirão, no bairro Mutirão, localizada na Rua Itaeté, Zona Leste de Manaus, virou pauta de discussão na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), na manhã desta quinta-feira (16). A feira está interditada deste o mês de fevereiro do ano passado, após a prefeitura de Manaus constatar risco de desabamento do local.

Com duras críticas contra a Prefeitura de Manaus, a deputada estadual Alessandra Campêlo, disse que o prefeito Arthur Neto (PSDB), tem o costume de fazer obras “eternas”. Como exemplo, a parlamentar citou a obra da Djalma Batista.

“Gostaria de pedir ajudar de meus colegas parlamentares. Pois, a população da feira do Mutirão está pedindo socorro. Os comerciantes da feira estão sem poder trabalhar. Lá era o único meio de sustento de muitas famílias e o prefeito não finalizou aquela obra”, disse a parlamentar.

Alessandra Campêlo pediu que o prefeito resolva a situação da feira e tenha sensibilidade com os comerciantes que estão à vários meses sem trabalhar.

(4)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

}