Está aberta a 7ª edição dos Jogos Adaptados André Vidal de Araújo

Começou na manhã desta sexta-feira, 17/8, a 7ª edição dos Jogos Adaptados André Vidal de Araújo (Jaavas) da Prefeitura de Manaus, realizada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), e considerado pelo Comitê Paralímpico como o evento esportivo adaptado para pessoas com deficiência. A abertura aconteceu no Ginásio Poliesportivo Geraldo Teixeira, da Faculdade de Educação Física da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), e contou com a participação de alunos das escolas municipais, além de escolas estaduais e instituições que atuam com deficientes.

O evento contou com desfiles das delegações representantes das instituições participantes, acendimento da pira Olímpica, juramento dos atletas, e apresentações de dança dos alunos da Educação Especial.  Na ocasião, houve também uma homenagem aos alunos falecidos este ano, na qual as mães receberam lembrança pela coordenação dos jogos.

Este ano, os jogos terão como tema “Infinitas Possibilidades nas Diferenças”, que busca incentivar o potencial dos alunos utilizando o esporte adaptado. O Jaavas envolve alunos a partir de 1 ano e meio, que vão competir nas modalidades do Jaavas Kids.

O ouvidor geral do município, Rodrigo Guedes, destacou a importância dos jogos e o trabalho realizado pela Semed na Educação Especial. “Esses jogos de inclusão são muito importantes para nossa sociedade. São pessoas que tem todo tipo de dificuldades e ainda são bastante excluídas. Qualquer ação positiva de inclusão, participação e bem-estar na qualidade de vida tem um poder absurdo de positivo”.

A gerente de Educação Especial, Reni Formiga, destacou que os jogos são uma forma de valorizar e mostrar o trabalho pedagógico desenvolvido pela Semed. “Os jogos são importantes, porque elevam a autoestima dos nossos alunos. Vamos receber cerca de 3 mil alunos e atender cerca de 300  escolas envolvidas, além de 70 profissionais mobilizados. Há uma grande motivação de todos”.

A coordenadora do Jaavas, Shirley Amaral, destacou que o Jaavas também permite que outras entidades que trabalham com a Educação Especial envolvam os alunos que atendem, possibilitando a inclusão dessas pessoas.

“É uma preocupação da secretaria incluir a pessoa com deficiência, por meio do esporte adaptado. É muito importante para autoestima, trabalho físico e socialização desses alunos. Nós colocamos em cada zona da cidade uma atividade do Jaavas, que vai atender, no mínimo,  700 pessoas cada dia”, destacou.

Segundo a professora Patrícia Coelho, da Escola Municipal Ana Cristina, no bairro Tarumã, zona Oeste, os jogos representam muito para os alunos de sua escola. “É fundamental para eles, porque essas crianças têm muito a aprender e ensinar para nós. Procuro fazer um trabalho com esses alunos, onde consigo ver os resultados e fazer os projetos através da minha dinâmica pedagógica com eles”, disse.

Com a presença de 120 alunos, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Manaus (Apae), terá representantes nas competições de atletismo, bocha, futsal e vôlei. Para o professor Antônio Carlos Noronha, levar os alunos a interagir com outras pessoas, é altamente positivo. “Não tem como definir a alegria nos rostos dos alunos, pois os jogos servem como fator motivacional. Vejo que é algo muito bom para eles, porque ficam ansiosos quando chega nesse período dos jogos”, contou.

Pela primeira participando do Jaavas, o aluno do 5º ano da Escola Municipal Padre João D’Vries, na Colônia Antônio Aleixo, zona Leste, Gabriel Cruz da Silva, 11,  disse que está preparado para participar das competições de atletismo.

“Me sinto muito feliz pela escola ter escolhido a mim para os jogos. Essa é a minha primeira vez, por isso, me preparei muito e o esporte faz com que exercito meu corpo”, concluiu.

Neste primeiro dia de evento, acontecerá de 13h às 18h, na sede da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae/Manaus), uma oficina de bocha,  ministrada pelo  professor Ronaldo Oliveira do Serviço Social da Indústria (Sesi) de São Paulo.

Serão realizadas disputas de futsal, natação, atletismo, tênis de mesa, voleibol sentado, basquete,  golbol, bocha e jogos recreativos como condução de bola, bola ao cano, queimada, corrida sobre banco sueco, transporte de agua, entre outros. Acadêmicos da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) serão os responsáveis pela arbitragem das competições.

Os jogos vão acontecer na Escola Estadual Djalma Batista, na sede da Apae/Manaus, na Vila Olímpica de Manaus, na Escola Municipal de Educação Especial (Cmee)  André Vidal de Araújo, no anfiteatro do Complexo Turístico da Ponta Negra e no Centro de Convivência  Magdalena Arce Daou.

Cronograma de competições

As competições de natação serão realizadas em horário integral, na próxima segunda-feira, 20/8, no Cmee André Vidal de Araújo; os jogos recreativos serão sediados na Escola Djalma Batista das 8h às 11h. Já o atletismo acontecerá no dia 21/8, na Vila Olímpica das 15h às 18h.  No mesmo dia, acontecerão as disputas de queimada e de bocha, até às 11h, no Centro de Convivência Magdalena Arce Daou.

As disputas de futsal acontecerão dia 23/8 e 24/8 de 8h às 11h, na Apae/Manaus, assim como as competições de voleibol sentado e golbol. Os jogos do Jaavas Kids serão disputados no dia 25/8, das 8h às 11h, no Cmee André Vidal de Araújo e a Pedalada da Inclusão acontece no mesmo dia, às 16h, na Ponta Negra.

(1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *