Jucea firma convênio com prefeituras para criação de “salas do empreendedor” no interior do estado

Para apoiar o desenvolvimento de empreendimentos empresariais no interior do estado, o Governo do Amazonas, por meio da Junta Comercial do Amazonas (Jucea), em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), firmou convênio com 16 prefeituras para a criação das salas do empreendedor.

Com isso, os serviços de regularização de empresas, antes feitos somente na capital, serão disponibilizados nas cidades conveniadas. A expectativa é ampliar em até 15% o número de empresas formalizadas até final do ano.

De acordo com o presidente da Jucea, Antônio Lopes, o convênio faz parte do plano de descentralização da entidade. “Nós sabemos das dificuldades de acesso que o nosso povo do interior enfrenta para chegar à capital, principalmente os que vivem em municípios distantes. Com esse convênio, eles vão ter acesso aos serviços oferecidos pela Jucea e outros órgãos de licenciamento sem sair de suas cidades”, explicou.

As salas do empreendedor são mantidas pelas prefeituras que também cedem os funcionários necessários ao atendimento. Esses colaboradores passam por cursos oferecidos pela Jucea e Sebrae, na capital, e tornam-se aptos a orientar os empresários. Nas salas, eles fazem o recebimento e reconhecimento dos documentos que são enviados por meio eletrônico até a sede da entidade em Manaus. Os empreendedores recebem orientações quanto abertura ou regularização de empresas.

Cidades conveniadas – Os municípios já conveniados são: Itacoatiara, Iranduba, São Gabriel da Cachoeira, Parintins, Nhamundá, Barreirinha, Humaitá, Santa Izabel do Rio Negro e Barcelos.

A cidade de Humaitá (a 697 quilômetros de Manaus), que teve o serviço implantado no último dia 3 de julho, é considerada um município chave na região Sul do Amazonas. Para o prefeito de Humaitá, a sala do empreendedor deve trazer desenvolvimento para a região.

“Esta conquista é um avanço para a classe empresarial do Sul do Amazonas, pois a burocracia, que antes era grande, agora vai diminuir e os custos serão bem menores para o empresário que não vai mais precisar ir até Manaus”, disse o prefeito.

Próximas ações – De acordo com presidente da Jucea, os municípios de Urucará, Guajará e Tabatinga serão os próximos a receberem visitas para a implantação do projeto, que são acompanhadas por técnicos do Sabrae.

Fonte: Fato Amazonico

(5)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

}