Funcionários da Saúde de Tabatinga estão sem receber há três meses

Atraso de três meses nos salários de funcionários e de pagamentos a empresários e comerciantes do Município de Tabatinga (a 1.106 km de Manaus) por parte do Governo do Amazonas foram denunciados ao deputado estadual Sidney Leite (PSD) que entrou com requerimento, neste dia 23 de agosto, junto a Secretaria Estadual de Saúde (SUSAM) e ao Ministério Público do Estado, pedindo providências para solucionar o problema.

De acordo com o parlamentar, o Governo tem recursos para quitar as dívidas, uma vez que houve aumento de receita e, portanto, equilíbrio nas contas públicas. “Não há, então, motivo para esses atrasos. Temos que evitar o mesmo problema que aconteceu ano passado, quando os funcionários terceirizados da Saúde ficaram mais de 5 meses sem receber”, destacou.

Sidney Leite ressaltou que empresários e comerciantes que abasteciam os hospitais públicos do interior, com alimentação e material de expediente, até hoje também não receberam os pagamentos retroativos. “Essa dívida é do Governo do Estado e eles precisam receber. Esses recursos são repassados pelo Fundo Nacional de Saúde”, disse.

VIOLÊNCIA NO INTERIOR

Sidney Leite também repercutiu, no plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM), notícias da criminalidade no interior do Amazonas como em Caapiranga (a 134 km de Manaus) e Uarini (a 570 km de Manaus).

Em Caapiranga um homem foi assassinado em frente à Delegacia e, em Uarini, outro homem assassinou a esposa. Houve ainda o relato da jovem de 15 anos que foi enforcada e jogada no rio, vítima do narcotráfico. “Esse é o reflexo do caos que se apresenta no Estado do Amazonas. Nós precisamos de solução, como aumentar o efetivo da polícia no interior e nas fronteiras”, explicou.

(21)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

}