MPE nega intervenção no PT-AM e mantém partido com David Almeida

Parecer do Ministério Público Eleitoral negou pedido de intervenção feito pela Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores, no Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), contra a convenção do PT-AM que homologou a aliança da sigla com a coligação que apoia a candidatura do deputado estadual David Almeida (PSB) ao governo do Estado.

O parecer, assinado pelo procurador regional eleitoral Rafael da Costa Rocha, diz que o PT nacional não conseguiu demonstrar que o PT-AM descumpriu as recomendações da instância superior.

A Executiva nacional queria que o partido aceitasse o PCdoB na aliança, mas a coligação vetou a entrada dos comunistas, que queriam espaço para a campanha à reeleição da senadora Vanessa Grazziotin.

A legenda também ameaçou retirar o PT-AM da coligação e formar chapa com o PCdoB, tanto ao Senado quanto para o Governo do Estado, fato também negado no parecer ministerial.

Com isso, David Almeida ganha apoio no processo para manter a coligação que reúne, além do PSB e PT, o Podemos, o PMN, o PMB e o Pros.

O parecer do MPE não decide a questão, porque ainda depende do julgamento do juiz Marco Antonio Pinto da Costa, relator do processo, mas aumenta a esperança de David Almeida em manter os petistas e o tempo do partido a seu lado.

(210)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

}