Corrida contra o tempo no PT e no PSB

A menos de uma semana para o início da propaganda eleitoral na TV, o imbróglio envolvendo PSB, PT e PCdoB parece longe de terminar. Ontem, o juiz eleitoral Marco Antônio Pinto da Costa  assinou um despacho estabelecendo prazo de três dias pra que o PT se manifeste acerca do recurso do PSB contra a decisão que retirou os petistas da coligação “Renova Amazonas”. O advogado da coligação, Christian Antony, espera que o caso seja levado ao plenário do TRE.

Ofensiva   O PT estadual também entrou com um recurso na última sexta-feira (24) utilizando os mesmos argumentos do PSB e pedindo a manutenção do partido na composição da chapa. “Se, porventura, sairmos vencidos aqui vamos para a corte superior, no Tribunal Superior Eleitoral”, diz Christian Antony, advogado do PSB.

Enquanto isso… Enquanto não se chega a uma conclusão, a candidata ao governo pelo PCdoB, Lúcia Anthony, afirma que está contando com “uma parcela importante da  militância do PT” que é simpática à aliança com os comunistas para tocar sua campanha. Mas tudo depende do que Justiça Eleitoral decidir nos próximos dias.

Wilson Lima   O candidato ao governo pelo PSC, Wilson Lima, corrigiu sua declaração de bens ao TRE. A empresa que o jornalista possui, em sociedade com sua esposa, estava com o valor do capital social equivocado e ele também não havia declarado um apartamento financiado. Com isso, seu patrimônio declarado passou de R$ 55 mil para R$ 225,9 mil.

Esforço concentrado  O Senado transferiu para os dias 4 a 6 de setembro o próximo “esforço concentrado” para votar matérias urgentes que trancam a pauta. A semana de votações estava prevista para o final de agosto, e o motivo da transferência é que há projetos e matérias pendentes de votação na Câmara, como medidas provisórias.

PLP 77    Com o adiamento da semana de votações no Senado, o movimento sindical dos urbanitários ganha mais tempo para pressionar os senadores a respeito do Projeto de Lei Complementar (PLP 77) que reestrutura e saneia as distribuidoras de energia do Norte – incluindo a Amazonas Energia – preparando-as para a privatização.

Adiamento   Sem a votação do projeto, o BNDES fica em situação delicada para realizar o leilão das distribuidoras de energia do Acre, Rondônia e Roraima, previsto para 30 de agosto, próxima quinta-feira.  O leilão da Eletrobras Amazonas Energia foi adiado para 30 de setembro de 2018.

Pauta do Amazonas   Também está previsto para ocorrer entre 4 e 6 de setembro, o esforço concentrado na Câmara dos Deputados. Uma matéria de interesse do Amazonas pode constar da pauta: o Projeto de Decreto Legislativo (PDC 1.011/2018) ), que anula o decreto do presidente Michel Temer que prejudicou o polo de concentrados.

 Refrigerantes  Publicado em maio deste ano, o decreto de Temer reduziu de 20% para 4% os incentivos do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) das indústrias de concentrados de refrigerantes do Polo Industrial de Manaus (PIM). O decreto legislativo que tenta reverter a medida de Temer foi aprovado em junho pelo Senado, e agora aguarda decisão da Câmara.

 

Fonte: A Crítica

(8)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *