Amazonino que trazer fábrica de chip para Manaus

O governador do Amazonas e candidato à reeleição pela coligação ‘Eu voto no Amazonas’, Amazonino Mendes (PDT), anunciou que seu governo vai buscar a consolidação, ampliação e atualização tecnológica do Polo Industrial de Manaus (PIM). E que isso só será possível se o governo e a iniciativa privada tiverem a capacidade de atrair para o Amazonas investidores para implantar a primeira fábrica de chip do Brasil.

Amazonino disse que a Lei de Informática (a Lei do Bem) concede incentivos fiscais a todas as indústrias instaladas no País, com projeto aprovado pelo governo federal, através da renúncia fiscal de Imposto sobre Importação (IPI). Segundo ele, não obstante os enormes benefícios que vêm sendo concedidos desde 1984 (34 anos de benefícios), até hoje nenhuma fábrica de chip foi implantada no Brasil. Chip é um circuito integrado, dispositivo microeletrônico que consiste de muitos transístores e outros componentes interligados capazes de desempenhar muitas funções, indispensáves em quaisquer produtos eletrônicos, dos mais simples aos mais complexos.

A Samsung, que foi trazida para Manaus por Amazonino, se tornou, em 2017, a maior fabricante de chips do mundo, ultrapassando a tradicional primeira colocada, a Intel, por uma margem significativa. Os números do ano passado mostram um faturamento de US$ 69,1 bilhões para a gigante sul-coreana, enquanto a rival acumulou US$ 62,8 bilhões no período. “É fácil verificar que os bens de informática e inovação tecnológica continuam tendo a importação como fonte do mais importante componente”, disse Amazonino.

Ele lembrou que a obrigação de investir 5% do faturamento em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) alcança o montante de R$ 550 milhões a R$ 650 milhões por ano e que, assim, irá propor ao novo presidente da República e aos parlamentares a serem eleitos em outubro de 2018, alteração da Lei no que tange as obrigações das indústrias instaladas no PIM, de modo a se viabilizar a atração de investidores para a implantação de uma fábrica de chip.

(8)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *