Amazonino diz que pediu a Temer para concluir a BR-319

O candidato ao governo do Amazonas pela coligação ‘Eu Voto no Amazonas’, Amazonino Mendes (PDT) disse, nesta segunda-feira, em entrevista ao programa Diário da Manhã, na Rádio Diário, que pediu ao presidente da República a delegação para asfaltar a parte do meio da BR-319 (Manaus-Porto Velho). Segundo Amazonino, a conclusão da BR-319 “é a maior aspiração do povo amazonense”.

Na entrevista, Amazonino lembrou que foi a administração dele  que asfaltou os  primeiros 160 quilômetros da estrada, entre Manaus e Careiro Castanho, e construiu as três pontes neste trecho da  rodovia.  Amazonino disse que Manaus é a única capital de Estado isolada, por estrada, do restante do Brasil.

Amazonino, que estava acompanhado da candidata a vice-governadora, Rebecca Garcia (PP), ressaltou que solicitou ao presidente Michel Temer a delegação para o Governo do Amazonas concluir o trecho do meio da BR-319. Ele relembrou que na década de 1990 asfaltou as BRs 174 (Manaus-Boa Vista) e a própria BR-319.

“Pedi ao presidente da República a delegação para fazer a estrada.  Estou esperando a concessão. Não tem quem me impeça de fazer. Teria quatro anos para fazer e faço. É bom saber que no tempo do (ex-presidente) Collor, ele liberou para os estados fazerem obras em estrada federal. E eu tenho conhecimento que o Alfredo (Nascimento, candidato ao Senado pela coligação ‘Eu Voto no Amazonas’) no Ministério dos Transportes conseguiu asfaltar quase 500 quilômetros dessa estrada. Ele me disse que arrumava recursos para concluir, mas esbarrava no licenciamento ambiental. Então, através do lobby da licença ambiental que se amarrava essa obra”, disse.

De acordo com Amazonino, a conclusão da BR-319 será o elo para o desenvolvimento econômico do estado, sobretudo na região sul do Amazonas. Para ele, com a obra concluída, o custo de vida do amazonense vai baixar.  “Essa estrada, em que pese a oposição dos ambientalistas, vai facilitar muita coisa, criar muita atividade econômica. Um dos fatores fundamentais de desenvolvimento é comunicação terrestre. Então, vai reduzir custo de vida, viabilizar a mobilidade da população e criar uma economia extraordinária, obedecendo as leis ambientais. O avanço da fronteira agrícola é no sul do Madeira com terras fantásticas. Imagina esta estrada pronta. É a primeira arrancada autossustentável do Amazonas”, destacou Amazonino.

Realizações

Em suas administrações anteriores, Amazonino foi o responsável por colocar o município de Presidente Figueiredo na rota do turismo e interligar à economia amazonense com a de Boa Vista (RR) e da Venezuela. O feito se deu por conta do asfaltamento e sinalização de 255 quilômetros da rodovia BR-174, além da construção de nove pontes o longo da estrada.

Amazonino foi o primeiro governante a asfaltar a rodovia BR-319, no trecho entre Manaus e Careiro. Ele construiu ainda três pontes ao longo da estrada para facilitar o tráfego na região. “Tem a nossa marca, o nosso suor. Com recurso do próprio do governo, nós a fizemos. Nós tiramos o município do atraso naquela época. Abrimos a rodovia para a escoamento da produção dos agricultores. A estrada era intrafegável”, disse Amazonino, ao visitar o município, em 2017.

(4)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

}