Polícia Civil identifica 1 tonelada de alimentos impróprios para consumo em supermercado na zona leste

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da Delegacia Especializada em Crimes contra o Consumidor (Decon), sob o comando do delegado Eduardo Paixão, titular da unidade policial, deflagrou, nos dias 6 e 7 deste mês, a operação “Super Respeito ao Consumidor”, com o intuito de fiscalizar supermercados da zona leste da capital. Ao longo dos trabalhos, o empresário Israel Ribeiro de Souza, 45, foi preso em flagrante por manter uma tonelada de alimentos impróprios para o consumo no estabelecimento comercial dele, situado na quarta etapa do bairro São José Operário.



De acordo com a autoridade policial, os alimentos que foram apreendidos apresentavam prazo de validade vencido, não possuíam rotulagem adequada, além de não possuir condições adequadas de estrutura, ventilação e higienização para armazenamento e manipulação dos alimentos. Conforme Paixão, ao longo dos dois dias de operação, 16 estabelecimentos, entre hipermercados e pequenos mercados, foram fiscalizados pela Decon, em conjunto com demais órgãos de defesa do consumidor.

Participaram dos trabalhos os promotores de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE-AM) Otávio Gomes e Sheyla Andrade, respectivamente da 51ª e 81ª Promotorias de Justiça Especializadas na Proteção e Defesa do Consumidor; o tenente-coronel doCorpo de Bombeiros Militar do Estado do Amazonas (CBMAM), Sulemar Barroso; o coordenador da Ouvidoria Municipal e doPrograma de Proteção e Orientação ao Consumidor (Procon Manaus), Rodrigo Guedes; o gerente de Contrato Técnico do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), José Itamar de Souto, além de servidores da Vigilância Sanitária Municipal de Saúde (Visa Manaus).

“As equipes foram divididas para agilizar os trabalhos realizados durante a manhã e tarde nesses dois dias. A partir de denúncias recebidas pela Decon nesse mês, conseguimos detectar, durante a ação, infrações em alguns estabelecimentos e, dentre essas fiscalizações, o que mais nos chamou atenção foi esse mercado que apresentava um estado deplorável. Em razão disso, acabou lacrado pelas equipes do Procon Manaus e Visa Manaus. Logramos êxito ao obter uma verdadeira resposta às denúncias recebidas na especializada pelos canais de atendimento”, declarou Paixão.

Flagrante – Israel foi autuado em flagrante por manter alimento impróprio para consumo. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, ele será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da capital.

O delegado ressaltou que denúncias acerca dessas irregulares também podem ser feitas aos números: (92) 99962-2731 e 3214-2264, da especializada, e também aos números 0800-092-0111 e (92) 3215-6319, do Procon Municipal. Paixão destacou, ainda, que os consumidores que se sentirem lesados podem ir diretamente na Decon, situada nas dependências do 24º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na rua Lima Bacuri, nº 504, bairro Centro, zona sul da capital.

(58)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *