Em viagem inaugural, UBS Fluvial atende mais de 2 mil pessoas na Zona Rural de Maués

O prefeito de Maués, Junior Leite (Pros), inaugurou nesta quinta-feira, 07 de fevereiro, a Unidade Básica de Saúde Fluvial (UBSF), Silvio Raimundo de Oliveira Leite, que reforçará o atendimento de saúde em mais de 180 comunidades ribeirinhas em todas as regiões do município de Maués. A unidade começou a operar efetivamente nas regiões do rio Urupadi e Parauari.
A inauguração feita pelo prefeito Junior Leite e pelo secretário municipal de Saúde, Franmartony Firmo, contou também com a presença do secretário de Produção Rural, Luiz Canindé, da secretária de Assistência Social, Doriciana Caldas, secretário de Esporte e Lazer, Richardson Leda, e vereadores.
A UBSF vai atender todas as calhas de rios e paranás, levando todos os serviços oferecidos pela Semsa Maués no atendimento básico, como vacinação, consultas médicas, exames laboratoriais, farmácia, ultrassom e atendimento odontológico.
“Este barco vai ficar entre 7 e 10 dias por mês na zona rural do nosso município, levando dignidade e atenção absoluta. O nosso governo vai dispor de equipes para atuar junto ao povo do interior, e isso é uma prova do que estou falando, eu tenho muito orgulho disso”, destacou o prefeito.
Atualmente, o atendimento das comunidades ribeirinhas é feito pelo Agente Comunitário de Saúde – ACS – e os casos mais graves são deslocados para sede do município. Com a entrada da UBSF e a oferta no atendimento, os moradores permanecerão em suas comunidades e a capacidade de atendimento será maior.
“Nós vamos atender mais de 180 comunidades ribeirinhas. Com isso vamos triplicar o atendimento de saúde a toda população ribeirinha. Então, esse é um momento histórico na gestão do prefeito Junior Leite.”, afirmou Franmartony Firmo.
Para dona de casa, Rosilene Gozanga, esta ação faz toda a diferença na vida de quem mora na Zona Rural. “Só quem mora no interior sabe a dificuldade que é chegar na cidade para realizar um exame. Moramos longe. Já fazia um bom tempo que precisava fazer um pré-natal, mas não tinha condições de sair da comunidade. Ainda bem que os profissionais da UBS vieram até a gente.”, disse.

(51)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com