Governo do Amazonas quer fortalecer sistema de ouvidorias do SUS

O fortalecimento das ouvidorias da área de saúde está entre as ações planejadas pelo Governo do Amazonas para melhorar os serviços aos usuários e dar maior eficiência no atendimento ao cidadão. Na manhã desta quarta-feira (13/02), a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e a Controladoria-Geral do Estado (CGE) reuniram os ouvidores estaduais do Sistema Único de Saúde (SUS) para tratar do assunto.

Dezesseis ouvidores estaduais do SUS das diversas unidades de saúde, como fundações, maternidades e hospitais participaram da reunião, sob a coordenação do subcontrolador-geral de Ouvidoria da CGE, Rogério de Sá Nogueira. Também estavam presentes a ouvidora do SUS da Susam, Rosana Rodrigues, e o chefe do Centro de Ouvidorias da CGE, Miguel Brandt.

O fortalecimento das ouvidorias tem sido uma das bandeiras do vice-governador e secretário de Estado de Saúde, defensor Carlos Almeida, desde que assumiu a nova gestão na Susam, como uma das formas de melhorar os serviços.

“A Ouvidoria é um canal direto com os usuários do SUS, por isso precisamos torná-la mais eficiente e confiável diante da população. A pessoa precisa saber que vai ser ouvida e que terá uma resposta, satisfatória ou não. Precisamos ter mecanismos que nos apontem se o usuário está satisfeito com o serviço e o que podemos melhorar. Mas é preciso ter uma ouvidoria estruturada e que funcione”, disse o secretário, que está em Brasília, onde participa da Reunião do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Durante a discussão, foram pautadas algumas ações que podem fortalecer as Ouvidorias, como uma maior interação junto à gestão das unidades, a valorização do profissional, a necessidade constante capacitação do pessoal, a formalização de novas diretrizes, a padronização de procedimentos para o funcionamento eficaz e, principalmente, a expansão das ouvidorias para os municípios do interior.

De acordo com o subcontrolador-geral, é necessário empoderar e dar maior respaldo jurídico às ouvidorias, além de estabelecer o padrão de procedimentos e normas para uma atuação eficaz do setor. Segundo ele, a área da saúde requer maior atenção por ser onde estão as maiores demandas do Estado. Rogério Nogueira propôs a criação de um Fórum Permanente de Ouvidorias do Estado, um evento que integre as demandas do setor.

Para o chefe das Ouvidorias do Estado, Miguel Brandt, é necessário haver uma “sensibilização e compromisso por parte dos gestores das unidades e servidores da Ouvidoria para que as mudanças comecem a ser tomadas e percebidas por parte do usuário” apontou.

FOTOS: DIVULGAÇÃO/CGE
Mais informações: Assessoria de Comunicação da Controladoria Geral do Estado do Amazonas (CGE-AM): Priscila Caldas (92 – 98202-6172) e Núbia Pereira (93 – 99125-2805) e Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Saúde (Susam): Roseane Mota e Lúcio Pinheiro (98407-1699). E-mail: comunicacao@saude.am.gov.br

(86)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com