Átila e Belarmino Lins defendem unificação de eleições em 2022

Uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) apresentada na Câmara Federal pelo deputado Rogério Peninha Mendonça (MDB/SC) na quinta-feira (11), defendendo a unificação de eleições a partir de 2022, conta com o total apoio do deputado federal Átila Lins (PP), um dos signatários da propositura.

Segundo Átila, a PEC ganhou força com a recente Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios em que prefeitos e vereadores de todo país aderiram maciçamente à proposta, que, se aprovada, cancelará as eleições municipais de 2020, transpondo a batalha geral de votos para 2022. “Acredito que vence a democracia com a PEC, que vai racionalizar o processo eleitoral”, diz o parlamentar detentor de dez mandatos consecutivos.

Nesta terça-feira (16), o deputado estadual Belarmino Lins, irmão de Átila e líder do PP na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM), irá à tribuna declarar sua adesão à PEC e conclamar seus pares a abraçar a coincidência total de eleições. “Não tenho a menor dúvida de que esse é o melhor caminho, a unificação de eleições é o certo para o País, pois a realização dos pleitos em cada biênio obrigava os políticos a só pensarem em votos e urnas, sobrando pouco tempo para planejar metas administrativas, principalmente no caso dos ocupantes de cargos executivos”, comentou.

Caso a PEC passe no Congresso, os brasileiros comparecerão às urnas somente em 2022 para votar para presidente, governador, senador, deputado federal, deputado estadual, prefeito e vereador. O autor da proposta, deputado Peninha, assegura que as eleições unificadas vão proporcionar a economia de R$ 1 bilhão em recursos públicos.

…………………….

Deputado Estadual Belarmino Lins – PP

Assessoria de imprensa

J Taketomi – 99223 6343

(21)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com