Vereadora Mirtes Salles comemora resultados positivos de reunião com ministra da Mulher

Após reunião com a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, na última sexta-feira (12/4), na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, a presidente da Comissão de Defesa e Proteção dos Direitos da Mulher da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereadora Mirtes Salles (PR), fez pronunciamento sobre os resultados da reunião com a ministra nesta segunda-feira (15/4) durante o grande expediente na Casa.

“A Cartilha da Mulher será oficialmente impressa e distribuída pelo ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, em nível nacional – um material que saiu desta Casa e vai tomar conta do Brasil inteiro. A Câmara Municipal de Manaus será referência na defesa dos direitos da mulher, o que para nós é motivo de muito orgulho”, afirmou Mirtes Salles.

A parlamentar informou, ainda, que esteve com a secretária nacional de Políticas para as Mulheres, Tia Eron e, de lá, realizou vídeo conferência com a titular da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania Sejusc, Caroline Braz, já que a ministra Damares despertou interesse em colocar uma equipe navegando pelos rios da Amazônia para tratar da defesa dos direitos das mulheres ribeirinhas. Mirtes Salles – que já foi secretária da Sejusc durante um ano – conseguiu para a Secretaria Executiva de Políticas para as Mulheres (SEPM), órgão vinculado à Sejusc, recursos na ordem de R$ 412 mil totalizando quase R$ 5 milhões ao ano.

Com relação ao projeto de construção da Casa da Mulher Manauara, a vereadora ressaltou que nos próximos dias irá conversar com a presidente do Fundo Manaus Solidária e primeira-dama do município, Elisabeth Valeiko, sobre a doação de um terreno pertencente ao município para que o ministério construa a casa.Entre as pautas de discussão no Ministério da Mulher, estavam o projeto “Mulher Empreendedora”, que tem por objetivo orientar as mulheres sobre as regras do microcrédito, proporcionando a independência e autonomia financeira. “A secretária Tia Eron pediu para analisar o projeto, mas já aprovou a iniciativa”, informou Mirtes.

(12)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com