Dra Mayara apoia projeto que combate Câncer do Colo de Útero no Amazonas

Para ajudar na luta contra o Câncer de Colo Uterino, o que mais mata no Amazonas, a deputada Dra. Mayara Pinheiro Reis (PP) visitou a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), para conhecer com mais detalhes o projeto Ver e Tratar. A iniciativa visa, entre outras ações, a vacinação contra o HPV e o tratamento das lesões pré-cancerosas detectadas em exames preventivos e levar este serviço aos municípios do interior.

Um dos locais preocupantes é São Gabriel da Cachoeira, onde 343 mulheres precisam passar por coloscopia e biopsia. Essa é uma forma de ajudar na prevenção deste mal, que só em 2018 causou 289 mortes, no Amazonas.

“Os números assustam e se estendem para várias cidades que não tem condições de realizar os exames. Por isso, quero apoiar este projeto e reforçar junto ao governo do Estado, urgência em descentralizar este serviço e levá-lo ao interior”, afirmou Dra Mayara.

De acordo com a médica ginecologista Dra. Mônica Bandeira, hoje a prioridade do hospital é a aquisição de equipamentos para a realização da conização, um tratamento cirúrgico  para a retirada de um fragmento do colo do útero. Este procedimento  tem duas finalidades, confirmar o diagnóstico e tratar a lesão.

“Não dá mais para a gente esperar até o próximo ano. Nós precisamos equipar a FCecon e levar estes exames ao interior. Com estes materiais, como o Caf e Colposcópio, vamos ajudar na prevenção”, explicou Mônica.

Ainda segundo ela, uma campanha junto a empresários está sendo feita para conseguir recursos e aplicar o projeto. Depois de São Gabriel, esse mutirão deve passar por sete municípios polos.

A estimativa  do Instituto Nacional do Câncer (INCA), para este ano, no Amazonas é de 840 novos casos de Câncer do Colo de útero, a maioria na capital. Sem falar que, este tipo  e o de mama atendem por 22% de toda a demanda atendida pela FCecon.

O diretor-presidente da FCecon. Dr. Gerson Mourão, também participou da reunião. Ele reafirmou a necessidade de recursos com urgência. “Nosso centro cirúrgico precisa de capacitação, são anos sem investimentos. Nesse sentido, o trabalho da Dra. Mayara é fundamental para que possamos ser ouvidos pelo Governo”, disse Mourão.

(6)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com