Após campanha, Amazonprev bate recorde no número de aposentados recadastrados

Mais de 90% dos beneficiários compareceram à instituição nos cinco primeiros meses do ano para a atualização cadastral_

Em boletim divulgado nesta quinta-feira (6/6) pela Gerência de Previdência do Fundo Previdenciário do Estado do Amazonas (Amazonprev), consta que a taxa de aposentados e pensionistas recadastrados alcançou a marca de 92,7% nos primeiros cinco meses do ano. Se considerada uma massa de 12.396 beneficiários, com aniversários de janeiro a maio, apenas 916 segurados, ou 7,3%, deixaram de comparecer à instituição para a atualização de dados e tiveram os pagamentos suspensos.

Num comparativo com o mesmo período de 2018, a mesma planilha apresentada pela Gerência de Previdência aponta que o número de aposentados e pensionistas que deixaram de se recadastrar foi alto. No ano anterior, de um total de 11.773 beneficiários, com aniversário nos cinco primeiros meses do ano, mais de 4,2 mil, ou 78%, haviam ficado inadimplentes de renovação documental.

“Mas, com estratégias de intensificação da comunicação, alinhadas às propostas do Governo do Estado de bem informar as ações das secretarias e órgãos públicos à sociedade, aprimoramos nossas ferramentas de mídia e conseguimos alcançar os nossos segurados de maneira eficaz. Tais medidas contribuíram para o aumento das estatísticas de recadastramento”, justifica o presidente da Amazonprev, André Luiz Zogahib.

Essa política de ampliação das informações junto aos beneficiários começou a surtir efeito logo no início da nova gestão da Amazonprev. Em janeiro, por exemplo, apenas 11 segurados ficaram de fora da folha de pagamento, de um universo de 2.564. Nesse mesmo mês, no ano passado, eram 795 aposentados sem atualização na instituição previdenciária. Enquanto em fevereiro deste ano somente 9 aposentados deixaram de se recadastrar, em 2018 foram 802.

*Prova de vida* – O recadastramento atesta a prova de vida do beneficiário e é uma obrigação estipulada pela Lei Complementar 30/2001. O aposentado ou pensionista pode realizá-lo ao longo de todo o mês de seu aniversário, mas o não cumprimento resulta na suspensão do benefício pela instituição previdenciária.

*FOTO:* João Marcelo Perdigão

*Mais informações:* Assessoria de Comunicação do Fundo Previdenciário do Estado do Amazonas (Amazonprev): Náis Campos (3627-3431 e 98839-6649) e Suelen Ribeiro (99112-4878).

(32)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com