Vereador Chico Preto deixa Partido PMN

Texto original Vereador Chico Preto

Faço política com transparência, integridade há mais de 20 anos. Nunca lutei contra homens, minha luta sempre foi voltada para as ações que beneficiam o povo. A meu ver, se os governantes agem em favor da população, cabe aos parlamentares apoiarem; da mesma forma, se os governantes traem a confiança do povo, precisamos ficar ao lado de quem nos elegeu. Por isso, meus mandatos sempre foram pautados na coerência e essa coerência se estende aos partidos políticos dos quais já fiz parte.

Em 2012, por não concordar com as ações do então Governo Omar/Melo (e a “Operação Maus Caminhos” provou que eu estava com a razão) filiei-me ao PMN e, na sigla, concorri ao cargo de Governador em 2014 e consegui me eleger Vereador em 2016. Foram 7 anos de muito aprendizado e amadurecimento à frente de um partido pequeno, mas com uma grandeza de atos e posicionamentos em âmbito nacional e local. No entanto, como na vida, tudo passa, e chegou a hora do meu desligamento e explico o motivo.

Como todos vocês sabem, eu sou um cristão e me identifico com princípios voltados para a honra de Deus, a manutenção da família e a valorização da Pátria. Esses princípios também são defendidos pelo Governo Bolsonaro, o que nos aproxima e nos deixa no mesmo alinhamento ideológico e político. Sei que Bolsonaro não tem acertado em tudo, mas tem gerido o nosso País com muita verdade, transparência e colocando Deus acima de tudo e a Pátria acima de todos.

Sendo assim, não posso continuar à frente de um partido que não coaduna dessas mesmas ideias. O interessante é que fiquei exatamente 7 anos no PMN, um número que é considerado o tempo perfeito de Deus para agir. Foram 7 dias que o povo de Israel marchou ao redor da Muralha de Jericó e ela veio ao chão. Creio que o tempo que Deus programou para eu estar no PMN cessou e agora novos caminhos se abrem para que novos desafios surjam e eu continue com a minha maior missão que é lutar para que o povo de Manaus e do Amazonas tenha acesso a serviços públicos de qualidade. Uma tarefa árdua, porém estou certo de que no tempo perfeito de Deus, Manaus será administrada por um gestor que obedeça primeiramente a Ele e que aja de acordo com o seu tempo e a sua vontade…”Eis-me aqui, Senhor, envia-me a mim” (Isaías 6,8).

(20)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com