David Almeida vence Amazonino, aponta pesquisa para 2020

Décima primeira rodada da iMarketing, mostra o ex-deputado David Almeida na frente de Amazonino em todos os cenários de espontânea e estimulada

Manaus – O ex-deputado estadual e presidente do partido Avante, David Almeida, se manteve na liderança da 11ª pesquisa eleitoral do instituto iMarketing para prefeito de Manaus em 2020. David ficou como líder em todos os cenários do estudo nas pesquisas espontâneas e estimuladas e ainda venceu dois cenários de segundo turno. 

A 11 meses da eleição municipal de 2020, em Manaus, o ex-deputado estadual e presidente do partido Avante, David Almeida, se manteve na liderança da 11ª pesquisa eleitoral para prefeito da capital do Amazonas, do instituto iMarketing. 

Diferente da pesquisa realizada em setembro, quando David ficou atrás do ex-governador Amazonino Mendes (sem partido) apenas na pesquisa espontânea, desta vez ele se manteve líder em todos os cenários do estudo. 

No levantamento que ouviu a opinião de 2 mil eleitores sobre 13 nomes de pré-candidatos, nas seis zonas geográficas da cidade, David marcou 8,7% na espontânea, contra 8,1% de Amazonino. Na pesquisa anterior, quando foram ouvidos 1,2 mil eleitores, Amazonino registrou na espontânea 7% e David 6%. 

A lista atual da espontânea segue em ordem decrescente com o deputado federal José Ricardo (PT) em terceiro colocado, com 3,5%, seguido pelo vereador Chico Preto (sem partido), com 2,4% e o deputado federal Alberto Neto (PRB), com 2%. Em sexto colocado aparece o deputado estadual Serafim Corrêa (PSB), seguido do vice-prefeito Marcos Rotta (DEM), com 1,4%, do deputado federal Marcelo ramos (PL), com 1%, do deputado estadual Josué Neto (PSD), com 0,8% e da ex-deputada federal Conceição Sampaio (PSDB). 

No primeiro cenário da pesquisa estimulada, em que o pesquisador perguntou aos entrevistados, qual seria a primeira opção dos 13 nomes disponíveis na tabela, David Almeida aparece em primeiro colocado com 18,7% das intenções de votos, com um volume estimado de 226.560 eleitores. Sem segundo aparece Amazonino com 17,8%, seguido de José Ricardo (13,3%), Chico Preto (5,4%), Serafim (5,3%), Capitão Alberto Neto (5,2%), Marcos Rotta (4,9%), Marcelo Ramos (4,5%) e Conceição Sampaio (3,9%). 

Somados os pontos conquistados nas pesquisas estimuladas de 1ª, 2ª e 3ª opção, David Almeida aparece em primeiro lugar com um potencial de votos que chega a 41,8%. São 11,5 pontos percentuais acima do segundo colocado, que nesse cenário geral é José Ricardo que aparece com 30,3% de potencial de votos. É o primeiro cenário de pesquisa em que Amazonino aparece em terceiro lugar, com 29,6% de potencial de votos. 

Sem os nomes do senador Eduardo Braga (MDB) e da ex-senador Vanessa Grazziotin (PCdoB), que na pesquisa de setembro lideraram o potencial de rejeição, neste estudo de outubro o ex-governador Amazonino aparece em primeiro lugar na primeira opção de rejeição, com 28,3% e com 40,4% na soma dos três cenários de opção de rejeição. No potencial de rejeição, Amazonino é seguido de Serafim (34,4%), Conceição Sampaio (25,6%), Marcelo Ramos (20,1%) e Marcos Rotta (17,4%). 

Segundo turno

No primeiro cenário que aponta as preferências do eleitorado de Manaus no segundo turno em Manaus, com 46,2%, David Almeida vence Amazonino que aparece com 29,9% das intenções de voto. Pela estimativa da iMarketing, David somaria neste cenário 559.737 mil votos contra 362.254 do ex-governador. Os eleitores não ficariam com nenhum deles somaram 18,5% (224.137) e os que não sabem dizer 5,4% (65.424). 

No segundo cenário de segundo turno, com 42,1%, José Ricardo venceria Amazonino que somaria 31,9% das intenções de votos. Enquanto o deputado federal teria 510.064 votos, de acordo com a estimativa da iMarketing, o ex-governador teria 386.485 votos. Não escolheriam nenhum deles 23.7% (287.138) eleitores e não sabem dizer 2,3% (27.866). 

No terceiro cenário do segundo turno do pleito, David Almeida sairia eleito prefeito de Manaus, se as eleições fossem hoje, com 46,8%, contra os 34,1% de José Ricardo. Neste cenário, o volume de eleitores que não ficariam com nenhuma das opções é menor em relação aos anteriores, com 17,1% (207.176) eleitores e os que não sabem dizer seriam apenas 2% (24.231) eleitores. 

NÚMERO

18,7% foi o percentual que David Almeida registrou na pesquisa estimulada, contra 17,8% do ex-governador Amazonino Mendes e 13,3% do deputado federal José Ricardo

(121)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com