Em Eirunepé, vigia é acusado de andar armado e atuar como policial civil

De acordo com denúncias, o vigia Zairo de Oliveira Medeiros, que presta serviços para a prefeitura de Eirunepé, mas está cedido para a delegacia do município, tem atuado como policial civil na cidade, andando armado e fardado, além de participar de operações na cidade do interior, tendo até vídeos em que participa de prisões.

Em diversas fotos e vídeos que circulam pelo município, o servidor municipal aparece portando armas de grande calibre e até mesmo realizando prisões junto aos policiais civis. O denunciante, que preferiu não ter o nome divulgado, disse que o responsável pela PC na cidade, o investigador Fredson Pinheiro, é conivente com a situação, tendo divulgado um vídeo onde o vigia aparece armado durante a prisão de três homens em Eirunepé.

A prefeitura de Eirunepé confirmou que Zairo presta serviço para o executivo por meio de contrato, que deve acabar em dezembro. A cessão do servidor é uma medida comum, uma vez em Eirunepé, a prefeitura dá total suporte para os órgãos estaduais e federais, disponibilizando servidores para garantir atendimento para a população.

O prefeito Raylan Barroso afirmou que não sabia da situação e que mesmo prestando serviço na delegacia, o servidor não pode atuar como policial em nenhuma hipótese. Ele afirmou que irá verificar o caso pessoalmente e que se comprovadas as denúncias, o vigia pode ser exonerado.

(7)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com