Luxemburgo lamenta gol sofrido no fim e analisa atuação do Vasco diante do Goiás

Futebol – O técnico Vanderlei Luxemburgo lamentou o empate em 1 a 1 com o Goiás, na noite desta segunda-feira (18), em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro. O comandante vascaíno fez uma análise sobre o jogo, disse que o time sentiu o desgaste do clássico diante do Flamengo e que não soube segurar a pressão nos minutos finais, mas ressaltou que o ponto conquistado é importante.

image

Luxemburgo orienta o time na beira do gramado (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

“O time sentiu um pouco o desgaste do jogo, mesmo que eu tenha dado um dia para ficar em casa. O jogo contra o Flamengo exigiu muito da parte emocional. Faltou ter tranquilidade para buscar o contragolpe. Na transição, o passe não era bom. Foram tantos escanteios seguidos que, de repente, poderia acontecer. Mérito do Goiás. Somamos um ponto. Estivemos mais vezes com a responsabilidade de ganhar o jogo, mas isso é futebol. Acho que ninguém consegue chegar a 44 pontos, mas seria bom a vitória para brigar por algo lá em cima”, disse o treinador.

Luxemburgo ainda falou sobre as oportunidades desperdiçadas e sobre o que a equipe poderia ter feito para segurar o resultado ou chegar ao segundo gol. Para o técnico, faltou segurar mais a bola no campo ofensivo e aproveitar as chances criadas na segunda etapa.

“Acho que faltou segurarmos um pouco a bola. Sair, ficar com a bola lá na frente. O segundo gol tinha de sair com naturalidade. Sofrendo uma falta, sofrendo outra falta. Não soubemos fazer isso. O Marcos Júnior fazia o lado esquerdo, e o Rossi e o Marrony por dentro. Tivemos várias jogadas com Rossi, Raul e Cáceres. O Guarín era um jogador que saía bastante na área. Não foi ruim, não. Depois, quando vi que o Goiás cresceu, eu coloquei mais um atacante”, finalizou.

*Com informções do vasco.com.br

(5)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com