Susam reforça atendimento de urgência e emergência durante o Carnaval

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) organizou um plano estratégico para garantir pleno funcionamento da rede de urgência e emergência no Carnaval. Todas as 26 unidades vão funcionar em plantão 24h e estão preparadas para atender à população com equipes reforçadas e apoio da Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) no abastecimento de insumos e medicamentos. Susam estima que cerca de 6 mil servidores atuarão nos plantões dessas unidades no período.

O Governo do Amazonas também organizou um mutirão de saúde para consultas ambulatoriais e exames marcados pelo Sistema de Regulação (Sisreg), que vai acontecer na Policlínica Gilberto Mestrinho, na avenida Getúlio Vargas, centro. A ação iniciou nessa sexta-feira (21/02) e vai até a próxima terça (25/02), abrangendo exames de ultrassonografia e consultas em cirurgia ginecológica, fonoterapia e cardiologia com risco cirúrgico. Haverá, ainda, testagem rápida e aconselhamento para sífilis, HIV e hepatites A e B, entre outras Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). Os pacientes com consultas agendadas para essas especialidades foram comunicados conforme a ordem da fila do Sisreg.

Nas demais unidades que oferecem serviços ambulatoriais agendados, como o Centro de Atenção à Melhor Idade (Caimi), Centro de Atenção Integral à Criança (Caic), policlínicas e fundações, não haverá atendimento no feriado prolongado. O funcionamento destes serviços será retomado na quinta-feira (27/02), a partir das 7h.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Rodrigo Tobias, a operação Carnaval da Susam foi planejada para evitar superlotação e desabastecimento. “Foi feita toda uma organização, tanto para as unidades de urgência e emergência quanto para os outros hospitais, com leitos de retaguarda, caso haja necessidade de transferências. Estamos preparados para qualquer eventualidade. Mas estamos torcendo para que este Carnaval seja o mais tranquilo possível”.

Dicas aos usuários – O secretário também ressaltou a importância da população procurar a unidade certa dependendo da gravidade do caso. “Em casos de agravos leves, procure os SPAs (Serviços de Pronto Atendimento) e deixe os prontos-socorros para as grandes emergências, como acidentes de trânsitos, ferimentos com arma de fogo ou arma branca, queimaduras graves, afogamento, hemorragias, infarto e AVC (acidente vascular cerebral), insuficiência respiratória e perda da consciência”.

Os sintomas que podem ser tratados nos SPAs são: problema gastrointestinal, gripe, febre , tosse e dor de cabeça, pequenos ferimentos, traumatismo leve, aplicação de medicação, inalações, pressão alta, diabetes descompensada, mordida de cachorro.

As unidades funcionarão em plantão de 24 horas, sem interrupção de atendimento. Estarão funcionando os sete prontos-socorros, incluindo os infantis, as sete maternidades, os nove SPAs, as duas Unidades de Pronto Atendimento (UPA): Campos Sales, no bairro Tarumã e José Rodrigues, na Cidade Nova, além do serviço de emergência do Centro Psiquiátrico Eduardo Ribeiro.

“Montamos um sistema de retaguarda pré-Carnaval, para que os prontos-socorros possam iniciar o feriado com um pouco mais de tranquilidade na ocupação de leitos e estamos preparando uma referência e contrarreferência organizada na rede de saúde por território”, afirma a chefe do Departamento de Ações de Saúde da Secretaria Executiva de Atenção Especializada da Capital (SEA-Capital), Nayara Maksoud.

Os três maiores prontos-socorros terão um fluxo de apoio nos SPAs e UPA, definidos por território: o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Platão Araújo terá apoio da UPA José Rodrigues e SPAs Eliameme Mady e Danilo Corrêa; o HPS 28 de Agosto receberá apoio dos SPAs São Raimundo, José Lins, Joventina Dias e Alvorada; e o HPS João Lúcio terá apoio dos SPAs Coroado, Zona Sul e Chapot Prevost.

Além do apoio de contrarreferência dos SPAs e UPA, a rede tem a disposição leitos de retaguarda na Fundação Hospital Adriano Jorge, Hospital Geral Dr. Geraldo da Rocha, HPS Delphina Rinaldi Abdel Aziz e Hospital Português Beneficente do Amazonas.

Unidades Referência – Para casos de alta complexidade relacionados a quedas com ferimento de cabeça e pescoço, a unidade de referência é o HPS João Lúcio Machado. Os casos de queimaduras e demais acidentes serão levados para o HPS 28 de Agosto. Para o atendimento infantil, a referência será o HPS da Criança da Zona Oeste.

Sambódromo – A Susam montou um posto médico no Centro de Convenções Professor Gilberto Mestrinho – Sambódromo, em Manaus, para garantir atendimento à população que irá acompanhar os desfiles das escolas de samba. O posto começou a funcionar a partir de quinta-feira (20/02), permanecendo até sábado (22/02), último dia do desfile.

Os pacientes que necessitarem de atendimentos mais especializados serão encaminhados para unidades de referência, como prontos-socorros e SPAs.

Pacientes adultos, dependendo do problema, serão encaminhados para o SPA do bairro Alvorada, ou para o HPS 28 de Agosto. Já as crianças, caso tenham alguma ocorrência grave, serão levadas para o Pronto-Socorro da Zona Oeste.

Carnaboi – A equipe multiprofissional da Susam também atuará no Carnaboi, que será realizado na segunda-feira (24/02), também no Sambódromo. Nos dois eventos, além de profissionais de saúde, a secretaria manterá uma ambulância de prontidão para eventuais transportes de pacientes.

FOTOS: Divulgação/Secom

(10)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may have missed

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com