Wilson Lima acompanha preparação de 10 mil cestas básicas que atenderão população vulnerável

O governador Wilson Lima acompanhou a preparação das dez mil cestas básicas que serão distribuídas para 200 instituições que atendem o público em situação de vulnerabilidade no Amazonas. A ação acontece no Centro de Convenções de Manaus (Sambódromo), nesta quarta-feira (22/07), e é uma parceria entre a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e o banco Bradesco.

As cestas foram doadas pelo banco neste mês a fim de ajudarem as Organizações da Sociedade Civil (OSCs). No último dia 10, mais de 55 instituições receberam 2.386 cestas. A entrega dos alimentos ocorreu em sistema drive-thru, para evitar aglomeração. Em média, cada instituição ganhou de 20 a 50 cestas básicas.

Em vídeo publicado nas redes sociais, Wilson Lima destacou que a entrega dos alimentos é de extrema importância nesse momento de pandemia, em que muitas famílias passam por dificuldades.

“Muitas pessoas tiveram perdas durante a pandemia e muitos continuam sentindo o impacto disso, sobretudo aquelas famílias em condição de vulnerabilidade social. Desde o início desse problema, nós estamos dando apoio a essas famílias com a distribuição de alimentos, seja através da ADS, da Sejusc ou da Secretaria de Assistência Social”, afirmou o governador.

Ele também agradeceu o apoio da iniciativa privada nas ações de enfrentamento ao novo coronavírus, especialmente na redução dos impactos sociais da pandemia.

“Eu quero registrar e agradecer o apoio do Bradesco e às outras instituições que nos ajudaram nesse período e que continuam nos ajudando com suas doações”, acrescentou.

Distribuição – Nesta quarta-feira, dez pontos serão distribuídos no Sambódromo para receber os veículos em que serão depositadas as cestas. Cada local marcado atenderá 20 associações. Todas as instituições haviam se cadastrado previamente, no site da Sejusc, para o recebimento dos alimentos.

De acordo com o titular da Sejusc, William Abreu, a parceria beneficiará instituições que atendem idosos, indígenas, mulheres, entre outros públicos.

FOTOS: Diego Peres / Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: