Ex-secretário de Joel Lobo é condenado por divulgar pesquisa eleitoral falsa no Careiro Castanho

O juiz eleitoral Roberto Santos Taketomi condenou o ex-secretário e cabo eleitoral de Joel Lobo, Luiz de Almeida Nevez, por divulgar pesquisa de intenção de votos falsa no município de Careiro Castanho. Ele foi multado em mais de R$ 50 mil depois de denúncia feita ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM).

De acordo com a Denúncia Crime feita ao TRE-AM pelo Partido Republicano (PR), no dia 29 de fevereiro deste ano, o ex-secretário de Joel Lobo, divulgou em diversos grupos uma pesquisa não registrada, que inclusive foi divulgada em um grupo de WhatsApp de um portal de notícias de Careiro Castanho, supostamente a mando do ex-prefeito.

Em sua decisão, o juiz reforçou que qualquer pesquisa eleitoral precisa ser registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o que não aconteceu. O documento aponta ainda que o estudo, que não divulgou nomes como do atual prefeito, Nathan Macena, induzia o eleitor ao erro por conduzir dados falsos.

Vale lembrar que apesar do esforço dos cabos eleitorais e do próprio Joel Lobo, o ex-prefeito está inelegível por ter contas reprovadas pelo TCE e ter sido condenado, com problemas até com o Ministério Público.

Ele teve as contas reprovadas pela Câmara Municipal de Careiro e TCE com aplicação de multas nos valores de R$ 13.152,36 e R$ 8.768,25. O ex-prefeito também já foi condenado a de devolver aos cofres públicos R$ 859,7 mil em multas e alcance devido a irregularidades encontradas nas contas da prefeitura referentes ao exercício de 2012.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: